Prémios Alfredo da Silva

Prémios Alfredo da Silva

A Fundação Amélia de Mello vai abrir, em 2020, concursos para a atribuição de prémios Alfredo da Silva, no montante de 25.000 euros cada, para distinguir e apoiar a realização de projetos de investigação científica avançada nos seguintes domínios:

Alfredo da Silva
e o empreendedorismo

Inovação tecnológica,
mobilidade e indústria

Sustentabilidade
dos sistemas de saúde

Alfredo da Silva
e o empreendorismo

Inovação tecnológica,
mobilidade e indústria

Sustentabilidade
dos sistemas de saúde

Esta iniciativa, que tem como destinatários investigadores das universidades e institutos politécnicos do país (via conselhos científicos das faculdades), visa apoiar a realização do projeto de investigação apresentado, que pode ou não estar ligado à elaboração de provas de grau na vida universitária.

Os temas das áreas podem incidir sobre o passado, sobre a história desses domínios, sobre os desafios que se colocam ao seu desenvolvimento e ainda às condições humanas e sociais em que ocorreram e devem vir a desenvolver-se. Deverão ainda ter o antigo Grupo CUF e as suas empresas passadas, ou as que lhe deram continuidade, como fonte inicial dos seus estudos.

Serão abertos três concursos nacionais para estas três áreas.

Para cada uma destas áreas será constituído um júri, que apreciará as candidaturas e escolherá a proposta vencedora a apoiar pelo prémio.

As candidaturas deverão ser previamente aprovadas pelos órgãos científicos das instituições de filiação dos candidatos

Os prémios serão entregues em cerimónia pública.

A entrega do valor do prémio será faseada, de acordo com relatórios de monitorização da sua evolução.

A Fundação convidou a COTEC, o BCSD e a Nova SBE para serem parceiros desta iniciativa.

Regulamentos e Candidaturas disponíveis no 4º trimestre de 2020.